Está começando a costurar? Então leia esse texto!

0

Quem está começando a costurar se apaixona pela tamanha variedade entre os tipos de tecidos que existem. Não tem como evitar! São tantas cores, estampas e texturas, que é fácil ficar encantada… e, ao mesmo tempo, um pouco perdida!

Então, você acaba comprando tecidos porque gostou da estampa, mas sem saber exatamente para que vai usar. E quando decide… Aí o tecido não é ideal. Ou é muito molinho, ou transparente, ou elástico.

Levante a mão a leitora das mais experientes, que nunca passou por isso. Algumas de nós até estamos com tecidos parados no armário, ainda sem saber exatamente para que usar aquilo. – Não, é? Pode confessar que a gente não julga! 😉

É por isso que a gente decidiu fazer uma listinha com um guia básico sobre 10 tipos de tecido. Depois dessa, você vai saber exatamente qual tecido escolher para a peça que você quer produzir.

Vamos nessa?

Diferença entre os tipos de tecido

Ao ver ou tocar um tecido, mesmo a pessoa mais iniciante consegue identificar algumas características que o diferencia de um outro tecido.

O peso, a textura, a flexibilidade, a temperatura que ele passa, se ele desliza ou é mais áspero. Tudo isso tem a ver com duas razões principais: a composição e a técnica utilizada na trama.

A composição

Os tecidos podem ser produzidos com fibras naturais ou sintéticas.

Naturais: algodão, linho, seda, fibra de coco ou cânhamo.

Sintéticos: poliéster, poliamida, elastano.

A técnica

Trançamento: Existem tecidos de trama mais fechada, e outros de trama mais aberta. Isso significa que, ao trançar os fios no tear, cada um dos fios transversais ficaram mais próximos ou mais distantes uns dos outros, formando uma tela com mais ou menos “poros”.  Isso pode adicionar ou evitar transparência, ou deixar o tecido mais leve – ou mais pesado. A técnica é usada para produzir tecidos planos, que não têm elasticidade.

Lado a lado: Os fios desse tecido são dispostos horizontalmente. Em vez de serem todos entrelaçados nos fios verticais, como o tecido plano, eles são entrelaçados lateralmente um ao outro. Isso dá elasticidade ao tecido, e é assim que se produz a malha.

Espessura: Além disso, existem ainda variações na espessura de cada fio utilizado para compor a trama. O próprio tricoline, pode ser produzido com fios 40, 50, 60 e até 80. Quanto mais fino o fio, mais fechada deve ser a trama.

Solicite agora seu orçamento aqui na JK Tecidos:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Telefone (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem



Comentários no Facebook